21 novembro 2008

A Ministra do Simplex

Primeiro enriça (complica). E teima que é assim. Depois vai a cem e tira três para dizer ao mundo que simplificou. Para que a máquina de propaganda do governo passe para a opinião pública a ideia de que a ministra está a facilitar o diálogo.
Talvez seja a proximidade da quadra natalícia. E Maria de Lurdes Rodrigues acredite no Pai Natal e deseje que o país também acredite nisso - afinal somos um dos países que mais gasta no euromilhões.
De resto, na prática continua tudo igual. E à enésima entrevista a nação já sabe quem é MRL, o que pensa, o que diz querer. Aquilo parece uma velha cassete riscada: dá sempre a mesma música e encrava. Ainda hoje ou amanhã assistiremos a mais um choradinho da senhora ministra, sempre tão aberta ao diálogo. Ela fala os outros dizem amém. Caso contrário ela chora e diz que passa muito tempo a dialogar.
Talvez Sócrates, tecnológico como é, deva oferecer aos seus ministros um ipod como prenda de Natal. Pelo menos à sua estimada Ministra da Redução Salarial - que outra coisa não pretende.

2 comentários:

Ainda Professora? disse...

Comentário de rabo-torto, mas bem falado. Não querem levar para aí o "Staff" do governo, e enfiá-los todos dentro do Vulcão Submarino da Serreta? Aqui a malta do "Contenente" agradece, ou então podiam fazer com eles um cozidinho nas furnas em São Miguel? A vossa sorte é não terem que os gramar como nós aqui, a gente farta-se de "gritear", mas pelos vistos pouco resolve, pelo menos a vossa DRE, é bem "melhó".
E como vocês dizem, o que eles querem é na Agualva! (Sem ofensa à malta da Agualva, que têm uns bailinhos de carnaval bem jeitosos bem escritos e bem representados pelo João Mendonça).
Eu também dou aulas na Agualva, só que na do Cacém)

Miguel disse...

"Ela fala os outros dizem amém."

Estás a referir-te ao Nogueira e aos professores?