26 dezembro 2008

And now, a new english lesson: los grunhos


Capítulo 3


Como explicar ao povo porque é que os grunhos são grunhos e dão nas vistas


Como vocês sabem, os meninos e as meninas são todos puros. As escolas corrompem-nos, estragam-nos, destroem a pureza.
Os alunos vêem Youtube e TV e sabem que o humor é uma arma carregada de futuro (certos poetas espenhóis são bons para estes exercícios de retórica). Confundem a sala de aula com um circo ou com um estúdio de TV e filmam tudo como se fosse um cenário preenchido com personagens. Dá-se o caso de haver gente real naquela encenação e dá-se o caso de os grunhos serem tão broncos que descarregam aquilo no Youtube, para mostrarem a outros grunhos o divirtido que eles são todos.

Quando a verdade toca à campainha, os grunhos pedem desculpa e ficam todos amigos. Em casa todos desculpam os grunhos, mas a hipocrisia socail não admite que isso seja assim, exige sangue. Porque o sangue dos grunhos é um espectáculo, fica muito bem nos filmes. Os grunhos, claro, não acham piada, pois deixaram de ser os criadores da piada para se tornaram no seu centro. Oh que chatice. Coitadinhos dos grunhos.

Maria de Lurdes, amiga, dá-lhes uma benesse, dá-lhes uns rebuçados e incendeia tudo como só tu sabes.

2 comentários:

Joaquim disse...

Já nem a Igreja tem a coragem de enfrentar a balbúrdia a que a Educação chegou em Portugal... Estamos na mão da bicharada... Quem terá coragem para pôr os pais destes jovens na linha... Ou será que só os professores têm de ser avaliados... ainda por cima com alunos mal educados, com alunos que desrespeitam as regras da escola, das aulas e acima de tudo os cidadãos (sim porque os professores também são cidadãos, ou será que querem que sejam missionários e sem estatuto de seres humanos!?). Enfim... Privatize-se toda a Educação... Entregue-se tudo à igreja e vejamos o que fazem estes SANTOS para evitar que estas coisas se passem nas suas fileiras... Por certo deixarão mais de metade fora da porta... Nem a pagar o dobro do que pagam hoje os ricos nas escolas privadas os directores dos colégios os quereriam lá dentro! Duvidam? O governo que entregue de uma vez por todas a educação à igreja... Esperemos para ver o que fazem aos marginais e aos seus paizinhos...

Joaquim disse...

O Problema não existe... Existe sim um GOVERNO que não os tem no sítio...
Para quando uma lei clara que expulse e responsabilize os pais destes meninos que, contra o direito à imagem e sem conhecimento e consentimento dos docentes, filmam o que lhes dá na real gana sem que se lhes possa confiscar o telemóvel...?
Um dia estes "gajinhos" acabarão por ir trabalhar para uma empresa de telemóvel na mão prontos a filmar o que quer que seja...! Será que os patrões estarão pelos ajustes?
Percebo agora por que motivo queriam alargar o horário de trabalho para as 65 horas... Com jovens a serem formadas nesta libertinagem, a serem formados na e para a "jabardice" (Não me digam que era uma brincadeira, muito menos de mau gosto pois ainda nem estamos no Carnaval... É que nem aí, apesar do povo dizer "É Carnaval, ninguém leva a mal"!). Se num estabelecimento de educação se pretende dar cobertura e desvalorizar a realidade da desobediência (ainda que tenha sido em tom de brincadeira e seguida de pedidos de desculpas…!), o facto é que se entende muito claramente o manifesto e expressivo desacordo da professora com a iniciativa dos aluno, caso contrário não se ouviria “Estou a avisar!”…
Ou será que isto fazia parte do argumento? Ou será que esta frase é, no português moderno, um incentivo da professora a que continuem com a brincadeira estúpida?
Cada vez mais os alunos são educados na extrema irresponsabilidade (pois estes já não têm 10 nem 11 anos... e ainda necessitam do jogo simbólico para aprender?!!...). Que cidadãos estamos nós a formar?. Creio que percebemos muito bem por que motivo a Professora nem denuncia esta situação. Com um sistema de perseguição deste Governo aos professores e a sua constante desautorização por parte da Ministra, muitos acabarão por levar "nas trombas" e ficarão calados: dependem da avaliação dos PAIZINHOS destes meninos...! E quem quererá ter má avaliação?
É que se o bom comportamento é a regra para ser premiado entre cidadãos de bem, entre os malfeitores, o mau comportamento é que é premiado. Ou será que têm dúvidas sobre o tipo de castigo que terão estes alunos?
É este o "Sistema de Avaliação Socialista" que Sócrates quer impor aos professores? (Visitem http://ferreirablog.blogs.sapo.pt)