11 setembro 2008

Atirei-me para o chão às gargalhadas

Dá vontade de rir. «A TAP promete apresentar uma campanha com "preços imbatíveis".» Claro que sim. Quem voa daqui desta ilha para Lisboa ou Porto desembolsa "pequenas fortunas" (o segredo das campanhas deve estar nas aspas, por isso fazemos uso delas). Viajar de avião, mesmo sendo uma necessidade continua a ser um luxo. Sobretudo para quem vive nos Açores.
E ironia das ironias, vejam como andam os preços noutras companhias. A companhia aérea low cost irlandesa Ryanair anunciou, no Porto, o lançamento de uma megapromoção para a venda de três milhões de lugares a um euro, com todas as taxas incluídas.
Um euro? Um euro!
A culpa das fortunas que a TAP cobra aos açorianos é - vejam se o chão é confortável - «suportar despesas com transfers, porque as tripulações dormem em hotéis».

2 comentários:

Fiat Lux disse...

Nos outros sítios onde pernoitam as tripulações da Tap dormem com os sem-abrigo.
Sai mais barato.

Anónimo disse...

Aqui nos Açores, que se saiba, não pernoitam tripulações. Pelo menos na Terceira.

A TAP e SATA, como facilmente se pode constatar, estão-nos a sugar o sangue.
Onde param os deputados ao parlamento europeu que com o nosso voto são eleitos, que não apresentam queixa à comissão europeia, da forma descarada como são subsidiadas estas duas transportadoras, no camuflado da comparticipação de residente.

Será que as outras companhias aéreas que operam na europa não tem olhos para enxergar este grave atropelo à livre concorrência?