18 outubro 2009

Saramago dixit


José Saramago disse, em Penafiel, "a Bíblia é um manual de maus costumes, um catálogo de crueldade e do pior da natureza humana".
"A Bíblia passou mil anos, dezenas de gerações, a ser escrita, mas sempre sob a dominante de um Deus cruel, invejoso e insuportável. É uma loucura!"
"O Corão, que foi escrito só em 30 anos, é a mesma coisa. Imaginar que o Corão e a Bíblia são de inspiração divina? Francamente! Como? Que canal de comunicação tinham Maomé ou os redactores da Bíblia com Deus, que lhes dizia ao ouvido o que deviam escrever? É absurdo. Nós somos manipulados e enganados desde que nascemos!"
"Deus só existe na nossa cabeça, é o único lugar em que nós podemos confrontar-nos com a ideia de Deus. É isso que tenho feito, na parte que me toca".

3 comentários:

geocrusoe disse...

O antigo testamento é uma mensagem onde o amor não impera... mas no novo o AMOR é rei. Não vou questionar a existência de Deus ou das contradições da biblia, mas apenas a omissão oportunista de saramago para criar a sua verdade.
Apesar de tudo continuo fã e leitor atento deste escritor que nunca pugnou pela isenção das suas ideias.

euexisto disse...

Mais uma vénia. Este homem é um SENHOR.

Anónimo disse...

Filho da puta!!!!è tudoi que eu sempre quis dizer!!!!!!!